GLAUCOMA

Detecção e tratamento de uma doença que não tem cura, mas tem controle. Tratamento com colírios, pílulas ou cirurgia.

GLAUCOMA

Detecção e tratamento de uma doença que não tem cura, mas tem controle. Tratamento com colírios, pílulas ou cirurgia.

Causas do Glaucoma

O Glaucoma tem um desenvolvimento lento e se manifesta em idade mais avançada, mas pode também afetar crianças. Se não for tratado a tempo, o Glaucoma pode provocar danos irreversíveis à visão, podendo levar à cegueira. A doença é associada ao aumento da pressão dentro do olho. Ela ocorre quando há um aumento do volume ou problemas de drenagem do humor aquoso. Fatores de risco incluem idade avançada, o histórico familiar, diabetes, problemas cardíacos, hipertensão e hipertireoidismo. Quem faz uso de medicamentos à base de corticosteroides deve ficar atento.

Causas do Glaucoma

O Glaucoma tem um desenvolvimento lento e se manifesta em idade mais avançada, mas pode também afetar crianças. Se não for tratado a tempo, o Glaucoma pode provocar danos irreversíveis à visão, podendo levar à cegueira. A doença é associada ao aumento da pressão dentro do olho. Ela ocorre quando há um aumento do volume ou problemas de drenagem do humor aquoso. Fatores de risco incluem idade avançada, o histórico familiar, diabetes, problemas cardíacos, hipertensão e hipertireoidismo. Quem faz uso de medicamentos à base de corticosteroides deve ficar atento.

Sintomas do Glaucoma

Você percebe que sua visão lateral está diminuindo aos poucos ou tem a sensação de que está sempre olhando por meio de um tubo. Sua visão apresenta-se embaçada ou diminuída. Você pode sentir dores repentinas em um ou nos dois olhos. Quando esses sintomas aparecem, o glaucoma, uma doença silenciosa, já está avançado.

Sintomas da Catarata

Olhar através de um vidro sujo ou embaçado. Essa é a impressão que tem a pessoa que sofre de catarata. Com o passar do tempo, vai se perdendo a capacidade de leitura, de realização de algumas tarefas domésticas e do prazer de ver um filme bonito. Como o processo é gradual, as pessoas se acostumam à degradação da capacidade visual e adiam o tratamento. Mas, se não for tratada a tempo, a catarata pode causar a perda total da visão.

Tratamento do Glaucoma

O Glaucoma não tem cura, mas tem controle. A aplicação de colírios especiais é o método mais comum para o tratamento. Alguns pacientes podem recorrer a pílulas que agem para baixar a pressão ocular. Caso a pressão ocular não seja controlada dessa forma, existem as cirurgias Antiglaucomatosas.

Para o tipo mais comum, o Glaucoma de ângulo aberto, a cirurgia indicada é a Trabeculoplastia Seletiva a Laser (SLT), um procedimento seguro, realizado sob anestesia tópica e relativamente rápido, que ajuda a controlar a pressão do olho, evitando as lesões no nervo óptico.

Já o Glaucoma de ângulo fechado é considerado emergencial e deve ser tratado com urgência. Ocorre quando há um súbito aumento da pressão intraocular por bloqueio do humor aquoso (líquido que nutre a córnea), seguido de grande dor. Nesses casos, recomenda-se o tratamento a laser para auxiliar na desobstrução da circulação do humor aquoso. Esse procedimento é geralmente indolor.

Exames oftalmológicos regulares são a principal maneira de se detectar o Glaucoma, e o diagnóstico precoce pode evitar a progressão da doença e complicações mais graves. Entre os oftalmologistas que fazem parte do corpo clínico do Hospital de Olhos Dr. Ricardo Guimarães há vários deles que são especializados no Glaucoma.

Tratamento do Glaucoma

O Glaucoma não tem cura, mas tem controle. A aplicação de colírios especiais é o método mais comum para o tratamento. Alguns pacientes podem recorrer a pílulas que agem para baixar a pressão ocular. Caso a pressão ocular não seja controlada dessa forma, existem as cirurgias Antiglaucomatosas.

Para o tipo mais comum, o Glaucoma de ângulo aberto, a cirurgia indicada é a Trabeculoplastia Seletiva a Laser (SLT), um procedimento seguro, realizado sob anestesia tópica e relativamente rápido, que ajuda a controlar a pressão do olho, evitando as lesões no nervo óptico.

Já o Glaucoma de ângulo fechado é considerado emergencial e deve ser tratado com urgência. Ocorre quando há um súbito aumento da pressão intraocular por bloqueio do humor aquoso (líquido que nutre a córnea), seguido de grande dor. Nesses casos, recomenda-se o tratamento a laser para auxiliar na desobstrução da circulação do humor aquoso. Esse procedimento é geralmente indolor.

Exames oftalmológicos regulares são a principal maneira de se detectar o Glaucoma, e o diagnóstico precoce pode evitar a progressão da doença e complicações mais graves. Entre os oftalmologistas que fazem parte do corpo clínico do Hospital de Olhos Dr. Ricardo Guimarães há vários deles que são especializados no Glaucoma.

Estrutura para lhe atender da melhor forma possível

Pioneiro na cirurgia de Catarata, o Hospital de Olhos Dr. Ricardo Guimarães é referência nacional neste campo. Em seu corpo clínico, há vários oftalmologistas especialistas nesta área e o hospital possui, em seu centro cirúrgico, equipamentos modernos e de grande nível de precisão.

Você faz a consulta, obtém o diagnóstico e inicia o tratamento em nossa estrutura, inclusive se precisar de cirurgia.

Estrutura para lhe atender da melhor forma possível

Pioneiro na cirurgia de Catarata, o Hospital de Olhos Dr. Ricardo Guimarães é referência nacional neste campo. Em seu corpo clínico, há vários oftalmologistas especialistas nesta área e o hospital possui, em seu centro cirúrgico, equipamentos modernos e de grande nível de precisão.

Você faz a consulta, obtém o diagnóstico e inicia o tratamento em nossa estrutura, inclusive se precisar de cirurgia.

Onde estamos:

 

Endereço: Rua da Paisagem, 220
Vila da Serra – Belo Horizonte/MG

Horário de atendimento:
De segunda a sexta, de 7h30 às 18h.

Estacionamento terceirizado no prédio ao lado

Onde estamos:

 

Endereço: Rua da Paisagem, 220
Vila da Serra – Belo Horizonte/MG

Horário de atendimento:
De segunda a sexta, de 7h30 às 18h.

Estacionamento terceirizado no prédio ao lado