O sedentarismo decorrente de um cotidiano corrido compromete a qualidade de vida e bem-estar da população. A recomendação médica é sempre buscar manter um horário para a prática de atividade física, afinal, o exercício é considerado importante, por ser benéfico, inclusive, para a qualidade da visão. A verdade é que essa prática auxilia na circulação sanguínea, inclusive entre portadores de diabetes, reduzindo, por exemplo, a probabilidade de desenvolver a catarata. Contudo, ainda assim, o hábito requer diferentes cuidados para proteger a visão.

EQUIPAMENTO CORRETO

A atividade física deve ser escolhida conforme o interesse pessoal, afinal, cada pessoa se adapta a uma prática diferente, ou seja, as necessidades são diversas. Dessa forma, no caso da natação, por exemplo, o processo requer óculos especiais para evitar o contato dos olhos com a água, cheia de química para manter a limpeza.

Vale alertar que qualquer produto químico é perigoso para a saúde ocular por aumentar o risco para o desenvolvimento de inflamações, como a conjuntivite química. Saiba alguns dos principais sintomas:

  • Vermelhidão
  • Distorções visuais
  • Irritação
  • Ardência
  • Secura


A atenção também é essencial entre os usuários de lentes de contato, pois devem retirá-las, antes de entrar na água e, mesmo no banho. O contato e a falta de limpeza podem ser suficientes para desenvolver problemas, como a ceratite por acanthamoeba, uma infecção ocular grave e com potencial de resultar na perda da visão.

Os óculos ainda são essenciais para os corredores, ciclistas e atletas de vôlei de praia, por exemplo, protegendo a visão de diferentes fatores:

  • Raios solares
  • Vento – que causa secura e joga ciscos nos olhos
  • Objetos como ciscos, pedras minúsculas e areia – risco de cegueira

ESFORÇO EM EXCESSO

É curioso, mas essencial entender que, mesmo não parecendo, não se cuidar na prática esportiva também é um risco, devido a chance de descolar a retina ou fraturar a órbita, através de um grande impacto, como sofrer uma bolada no olho.

HIDRATAÇÃO

Um hábito recomendado, juntamente com a prática, é a hidratação, ou seja, antes, durante e após a atividade, afinal, é crucial para evitar incômodos oculares, decorrentes da desidratação, como a secura e irritação, comprometendo a qualidade da visão e a  performance. As sensações são comuns, principalmente no calor, pela evaporação natural da lágrima produzida pelo olho.

CONSULTA PERIÓDICA

Os médicos ainda alertam que se deve manter as consultas periódicas para avaliação regular preventiva. Para se ter uma ideia, no caso de atletas, uma mudança na qualidade da visão tem potencial para alterar completamente o desempenho dele e, até mesmo, indicar a necessidade de afastamento, para os casos mais graves.

Está com alguma dúvida? Envie sua pergunta para que possamos te ajudar.

Leia também

  • Doenças OcularesSaúde Ocular
    Jovem Malaio quase perde a visão, passou por transplante de córnea e alertou sobre perigo de coçar ou esfregar os olhos
    Alerta sobre perigo escondido em hábito comum! Saiba como um ato simples pode levar à cegueira e como se proteger.
    saiba mais
  • CuidadosNeurovisãoSaúde OcularTratamentos
    Autistas podem ter sensibilidade extrema à luz
    Entenda como o transtorno impacta a visão e saiba como ajudar.
    saiba mais
  • CuidadosDoenças OcularesSaúde Ocular
    Glaucoma: doença de início assintomático pode causar perda irreversível da visão
    Previna-se contra o glaucoma, a principal causa de cegueira no mundo é evitável. Saiba mais aqui!
    saiba mais

Quer receber mais conteúdo? Assine!

Marque sua consulta!